Relacionamentos

Como lidar com o bullying

O mundo está passando por alterações energéticas significativas. Já entramos há alguns anos em um momento crítico, onde a humanidade precisa escolher com qual tipo de energia pretende se conectar. Nossa escolha individual pode contribuir para a evolução coletiva ou para a destruição.
Ainda vivemos em uma sociedade que dita padrões controversos e incoerentes, por mais que se disfarcem de pensamentos libertadores. Um desses padrões determina que pessoas bem-sucedidas, fortes e corajosas são aquelas vistas como altamente competitivas, que falam mais do que ouvem, impulsivas, que têm um alto poder de convencimento, entre outros comportamentos ilusórios. É uma ilusão, porque demonstram apenas o que está no exterior da pessoa e não quem ela realmente é por dentro. O narcisista perverso, por exemplo, consegue angariar muitos seguidores por saber como esconder sua verdadeira essência embaixo de uma máscara exterior aparentemente poderosa.
Uma pessoa sofre bullying porque permite que outra pessoa seja agressiva com ela. Essa permissão acontece de maneira inconsciente, porque tudo o que você aprende desde que nasce é: seja agressivo ou se submeta. Quem é mais quieto e não deseja ser controlador às vezes pode deixar o seu campo energético aberto para que outros invadam o seu espaço. O resultado disso é se encolher diante do agressor, conferindo poder para alguém que vive dentro de uma ilusão.
Coloque um basta nesse pensamento limitante agora mesmo! Se você está sendo perseguido(a) por um bullier, é um sinal de alerta para que mude sua frequência energética, porque, ao contrário do que se aprende por aí, as grandes transformações ocorrem de dentro para fora. Assista ao vídeo e aprenda porque o bullying ocorre, como se atrai esse tipo de situação e de que maneira você pode romper com uma situação abusiva. Deixe depois aqui nos comentários de que forma essa informação contribuiu para sua vida.

Que o Universo lhe abençoe e ilumine!

Namastê.


Seja o primeiro a comentar!

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *