Espiritualidade

O gado e os lobos

O gado e os lobos

(foto: Trinity Kubassek – Pexels.com)

O mundo sempre foi dividido entre os espertos e os que são manipulados por eles. E nos últimos tempos, o planeta está sendo bombardeado por situações degradantes e a população em geral é quem sofre com tantos desatinos. Nunca se viu tanta destruição como agora. O mundo inteiro está sofrendo com o caos que se formou. Esses “lobos” que se acham tão espertos deveriam se lembrar de que o caos pode vir, mas o Criador não vai deixar o seu povo desamparado. Essas coisas já foram previstas no livro das revelações e Jesus disse que isso seria o motivo de seu retorno.
Os “lobos” que acham que nada de mal pode acontecer com eles, mesmo prejudicando a todos que atravessam o seu caminho, fazem a população ficar encurralada como se fosse o “gado”. Quem algum dia se intitulou “pai dos pobres” nunca soube realmente o que é ser um verdadeiro pai. As pessoas se cansaram de serem traídas por aqueles que prometem e depois nem se lembram de cumprir as suas promessas. Infelizmente, eles têm uma vantagem: a desunião da população. Isso é um fator perigoso para quem quer mesmo ter vitórias na vida, porque o todo depende de cada um. Enquanto as pessoas agirem de maneira individualista, nunca haverá uma forma de mudar esta situação. Todos querem o melhor para si, mas não querem fazer nada em relação ao todo.
Enquanto isso, os “lobos” atacam em bando, deixando o povo à deriva. Veja o exemplo do que acontece quando boiadeiros tentam levar o gado para onde querem: eles dão um jeito de encurralar todos eles para que assim tenham o controle da situação. Imagine se uma ovelha descobrisse que é forte o suficiente para acabar com o sofrimento e as outras entendessem que ela tem razão? O que aconteceria? Com certeza o gado ganharia essa batalha! Mas, agindo de modo individualista, só olham para frente e não percebem que se houvesse mais união não seriam mais manipulados e nem oprimidos. Juntos seriam imbatíveis! O povo age da mesma maneira… Enquanto isso, os “lobos” já não estão mais escondidos na floresta, pois não precisam se esconder; estão seguros de que nada de errado pode acontecer com eles.
Para que essa situação seja transformada de vez, será necessário a presença de um líder que cative a população e que realmente pense no bem-estar de todos, e não apenas em como vai enriquecer às custas de um povo que trabalha de sol a sol para ser extorquido todos os meses para sustentar caprichos e ostentação. A espiritualidade está cobrando das lideranças uma atitude coerente e equilibrada. Ser líder de um povo é mais do que um cargo; é uma missão. Líderes e liderados devem olhar para essa situação com mais seriedade e rejeitar enfaticamente qualquer tentativa de manipulação, hipocrisia, opressão e enganação. Que não haja mais espaço para os “lobos” entre nós!


Seja o primeiro a comentar!

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *